Foto reprodução

Quantas milhas são necessárias para viajar para o nordeste?

Da redação:

Quando se fala em Nordeste do Brasil, logo nos lembramos de praias brancas, águas cristalinas e belezas exuberantes, banhadas pelo sol.

Se você está planejando viajar para o Nordeste, saiba quantas milhas serão necessárias para conhecer esse destino incrível!

Como funciona o programa de milhas de viagem?

As milhas são como créditos que podem ser conseguidos por meio de programas de companhias aéreas e até mesmo ao fazer compras no cartão de crédito.

A cada compra efetuada no cartão ou a cada viagem realizada, acumula-se milhas. Basta pesquisar na internet e se cadastrar nos melhores programas de fidelidade das companhias aéreas.

Cada companhia aérea possui o seu próprio programa de milhagens, e deve ser consultado pelo cliente antes de viajar. Algumas pedem no mínimo 500 pontos ou 1.000 milhas, e outras já exigem 5.000 pontos.

Principais destinos e quantidade de milhas necessárias para viajar

Em uma viagem para o Nordeste do Brasil, por exemplo, é preciso acumular de 3.600 a 6.300 milhas, dependendo da companhia aérea e do destino de viagem.

Saindo de São Paulo capital, para:

  • São Luís – 6.300 milhas
  • Fortaleza – 6.300 milhas
  • Recife – 6.300 milhas
  • Manaus – 6.300 milhas
  • Belém – 6.300 milhas
  • Vitória – 3.600 milhas

De Belo Horizonte para:

  • São Paulo – 3.600 milhas
  • Rio de Janeiro – 3.600 milhas
  • Salvador – 5.400 milhas

Do Rio de Janeiro para:

  • São Paulo – 3.600 milhas
  • Curitiba – 3.600 milhas
  • São Luís – 6.300 milhas
  • Fortaleza – 6.300 milhas
  • Recife – 6.300 milhas
  • Manaus – 6.300 milhas
  • Belém – 6.300 milhas

De Vitória para:

  • São Paulo – 3.600 milhas
  • Rio de Janeiro – 3.600 milhas

De Curitiba para:

  • São Paulo – 3.600 milhas
  • Rio de Janeiro – 3.600 milhas

Saiba como acumular milhas de viagem mais rápido, dicas exclusivas

Para acumular milhas mais rápido, confira como fazer:

– Acumule pontos no cartão de crédito: a maioria dos bancos permitem que os clientes acumulem milhas no cartão a cada compra. Quanto mais usar o cartão de crédito, mais milhas serão acumuladas.

Ao fazer compras pesquise quantas milhas serão acumuladas, a data de validade delas e os estabelecimentos parceiros dos programas de milhagem e de acúmulo de pontos.   

– Escolha apenas os bons programas de milhas: é melhor se cadastrar em alguns bons programas de milhas, do que se cadastrar em todos que encontrar.

Isso porque elas possuem um prazo de validade, e se acumular demais não dará tempo de usá-las em viagens.

– Atenção para as ofertas: periodicamente, as companhias aéreas fazem promoções de passagens aéreas, diminuindo assim a quantidade de milhas necessárias para viajar.

Escolha as melhores promoções e cadastre-se para receber as notificações.

– Lojas e estabelecimentos parceiros: fique atento aos estabelecimentos parceiros aos programas de milhagem ou de fidelidade, assim quando você comprar em uma das lojas credenciadas, ganhará milhas ou pontos também.

– Transferência de milhas: é possível transferir milhas para outra pessoa que esteja cadastrada no programa, por meio de um pagamento de taxa.

Essa pode ser uma boa opção para quem vai viajar em família, e um dos membros possui excesso de milha em seu cadastro. Assim todo mundo sai ganhando.

– Descontos em passagens aéreas: se você não tiver milhas suficientes para comprar as passagens totais, use-as para conseguir descontos em suas passagens aéreas.

– Planeje as suas viagens: liste todos os destinos que deseja conhecer em um ano, bem como os feriados e período de férias disponíveis para viajar.

Faça uma pesquisa de quantas milhas precisará acumular para cada destino.

Minhas milhas venceram, e agora?

Procure saber com a companhia aérea ou do cartão de crédito, como resgatar as suas milhas vencidas. Algumas empresas permitem esse resgate mediante uma taxa.

Essa dica só vale para quem tem muitas milhas vencidas. Caso contrário não compensará fazer esse resgate.

Venda as suas milhas

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Central do Brasil, os brasileiros acabam perdendo em média 101,3 bilhões de reais todos os anos, em pontos expirados no cartão de crédito e em milhas aéreas.

Para não perder mais dinheiro, é preciso ficar de olho no vencimento das milhas ou dos pontos acumulados, e se não for usá-las em um futuro próximo, você poderá vendê-las a empresas especializadas.

Mas para isso, fique atento aos seguintes pontos antes de vender as suas milhas:

– Certifique-se de que a empresa é confiável, e que faz os pagamentos corretos pelo valor das milhas.

– Faça cotações com várias empresas para vendê-las pelo melhor preço.

– Consulte o valor mínimo e máximo para a venda de milhas, que geralmente é de 10.000 pontos iniciais.

– Se não quiser vendê-las imediatamente, é possível transferir os pontos para o seu cartão de crédito e trocá-los por produtos, desconto na fatura e etc.

– Tenha um controle financeiro de suas compras, bem como do pagamento das faturas. Assim o orçamento familiar estará sempre equilibrado.

Seguindo esses passos, é possível comprar, acumular, usar e vender milhas o ano todo, aproveitando a sua viagem nacional ou internacional.

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*