Imagem reprodução

Paranavaí terá semana de combate à sífilis

O município de Paranavaí vai realizar dos dias 27 a 31 deste mês a 1ª Semana Paranaense de Combate à Sífilis. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) farão testes rápidos de forma agendada para as gestantes e de livre demanda para a população em dias de campanha. 

 

“O Brasil vive uma epidemia de sífilis. A infecção é transmitida sexualmente e pode pôr em risco não apenas a sua saúde, como ser transmitida para o bebê durante a gestação. O acompanhamento das gestantes e parcerias sexuais durante o pré-natal previne a sífilis congênita. Por isso, é importante que a gestante e seu parceiro façam o primeiro teste o quanto antes, preferencialmente nos primeiros três meses de  gestação. Caso o resultado dê positivo, o tratamento é oferecido gratuitamente pelo SUS”, diz a coordenadora do SINAS, Marielza Sestário Pinheiro.

 

Os testes para a detecção da sífilis vem ocorrendo durante todo o decorrer deste mês em alusão a campanha referente ao Outubro Rosa. Além dessa ação especial, em Paranavaí, o teste rápido para a detecção da Sífilis está disponível rotineiramente no SINAS para a população que tenha vivido alguma situação com o risco de adquirir a doença, bem como para as gestantes e suas parcerias segundo o protocolo ministerial.

 

Informações sobre a doença – A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) curável e exclusiva do ser humano. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão é maior.

 

A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada, ou para a criança durante a gestação ou parto. O tratamento de escolha é a penicilina benzatina, que poderá ser aplicada na unidade básica de saúde mais próxima de sua residência.

 

O uso correto e regular da camisinha feminina ou masculina é uma medida importante de prevenção da sífilis. O acompanhamento das gestantes e parcerias sexuais durante o pré-natal de qualidade contribui para o controle da sífilis congênita.

 

O teste rápido (TR) de sífilis está disponível nos serviços de saúde do SUS, sendo prático e de fácil execução, com leitura do resultado em, no máximo, 30 minutos, sem a necessidade de estrutura laboratorial. O TR de sífilis é distribuído pelo Departamento das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais/Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde (DIAHV/SVS/MS), como parte da estratégia para ampliar a cobertura diagnóstica.

 

Nos casos de TR positivos (reagentes), uma amostra de sangue deverá ser coletada e encaminhada para realização de um teste laboratorial (não treponêmico) para confirmação do diagnóstico.

 

Em caso de gestante, devido ao risco de transmissão ao feto, o tratamento deve ser iniciado com apenas um teste positivo (reagente), sem precisar aguardar o resultado do segundo teste.

Fonte: Prefeitura de Paranavaí

 

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*