Reprodução

Ranking da Eficiência mostra Paranavaí com 2º melhor índice no Estado em sua faixa populacional

Uma ferramenta inédita lançada neste ano eleitoral pela Folha de São Paulo, em conjunto com o Datafolha, levantou dados e criou um ranking nacional que mostra quais prefeituras entregam mais serviços básicos à população usando menor volume de recursos financeiros. O Ranking de Eficiência de Municípios – Folha (REM-F) aponta Paranavaí com o melhor conceito da pesquisa: Eficiente. A cidade ficou em 2º lugar no Paraná, na faixa populacional de 50 a 200 mil habitantes.

O REM-F atribui aos municípios quatro conceitos distintos: Ineficiente, Pouca Eficiência, Alguma Eficiência e Eficiente. A lista leva em conta indicadores de saúde, educação e saneamento para calcular a eficiência da gestão e apresenta dados de 5.281 municípios, ou seja, 95% do total de 5.569 municípios brasileiros. Numa escala de 0 a 1, só 24% das cidades ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser consideradas eficientes. Paranavaí é uma delas. Além disso, uma pesquisa nacional do Datafolha mostra que só 26% dos brasileiros aprovam a gestão de suas prefeituras.

Considerando os municípios do Paraná com faixa de população de 50 a 200 mil habitantes, Paranavaí fica atrás apenas de Campo Mourão, perdendo por somente 1 décimo: a nota de Campo Mourão foi 0,562 e a de Paranavaí 0,561.Na mesma faixa populacional Paranavaí fica entre as 30 melhores cidades do Brasil.

No ranking geral do Estado, Paranavaí fica na 18ª posição, à frente de municípios coirmãos como Umuarama (0,511), Cianorte (0,514), Apucarana (0,498), Arapongas (0,463), Toledo (0,472), e até de municípios maiores como Londrina (0,487) e ainda da capital Curitiba (0,503). No ranking geral nacional, Paranavaí aparece em 231º lugar entre os mais de 5.200 municípios pesquisados. Isto significa que Paranavaí está entre os 4,14% das cidades com gestão mais eficientes do Brasil.

Dos quatro índices levantados (Educação, Saúde, Saneamento e Receita), a Receita foi a que teve a menor pontuação, 0,111. A média brasileira foi de 0,166. Paranavaí ficou em 347º no Paraná (dos 399 municípios), ou seja, uma das cidades que tem um dos menores índices de cobrança de impostos municipais (IPTU, ISS, ITBI). A receita per capta do município é de apenas R$ 1.965, sendo que em Umuarama é de R$ 2.131, Cianorte de R$ 2.127 e Campo Mourão de R$ 2.400.

Funcionalismo – O estudo da Folha de São Paulo também apontou que Paranavaí tem 2,3 servidores públicos para cada 100 mil habitantes, bem abaixo da média do Brasil que apresenta 5,1.

Aliás, a questão do funcionalismo público aparece como um dos pontos decisivos para a definição da eficiência dos municípios. Isto porque o REM-F revela que quanto maior o percentual de aumento do número de servidores entre 2004 e 2014, pior a eficácia das prefeituras nas áreas de saúde, educação e saneamento.

Enquanto nas cidades acima da faixa de pontuação 0,50, a taxa ficou em 48%, em Paranavaí, este crescimento ficou em 27%. Isto significa que, mesmo contratando menos servidores que a maioria dos municípios, Paranavaí conseguiu fazer uma gestão eficiente.

O município também apresentou um número de 0,8 médicos por mil habitantes. Em Umuarama este índice é de apenas 0,1, enquanto em Cianorte é de 0,5, Campo Mourão de 0,7 e Maringá de 0,4.

Fonte: Secom

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*