TIM É MULTADA EM R$ 2,3 MILHÕES POR VENDER CHIP NA RUA EM LONDRINA, veja os detalhes.

A operadora de telefonia TIM foi multada em R$ 2,3 milhões pelo Procon de Londrina por vender chip de celular nas ruas da cidade sem oferecer garantias ao consumidor.

O processo administrativo teve origem durante uma fiscalização efetuada em frente ao Ouro Verde, no calçadão. Uma vendedora abordada por membros do Procon não soube identificar a origem do produto, dizendo apenas trata-se de uma empresa terceirizada contratada pela TIM.

O mais grave, segundo o Procon, foi o fato da oferta do produto não garantir ao consumidor informações adequadas sobre as condições de contratação, transmitidas apenas verbalmente pela vendedora que aborda os clientes na rua.

Além disso, não havia nota fiscal de venda a ser fornecida aos consumidores para comprovação em posterior reclamação em caso de vícios. Outra irregularidade era a oferta de dois chips por R$ 10, impossibilitando a compra de apenas um chip, o que caracteriza a chamada “venda casada”.

Durante a fiscalização, foram apreendidos 37 chips em posse da vendedora. Ela foi informada de que a empresa responsável pela venda deveria sanar as irregularidades e retirar os produtos na sede do Procon, o que não aconteceu até hoje.

Autuada, a TIM tem prazo de dez dias para apresentar impugnação escrita. A reportagem tenta contato com a operadora para saber a posição da empresa sobre o caso.

Fonte: o Bonde

Leave a Reply