O serviço de entrega das empresas de ônibus costuma ser mais rápido e acontecer diariamente, duas grandes vantagens para o consumidor. (Foto reprodução)

Serviço de encomenda por ônibus: características e principais vantagens do serviço

Da redação:

Os ônibus que fazem viagens intermunicipais ou interestaduais transportam mais que pessoas: transportam saudades, sonhos, expectativas, alegrias. Isso porque quando uma pessoa viaja, sozinha ou acompanhada, para outra cidade ou para outro estado, ela leva consigo diversos sentimentos como a saudade de uma pessoa querida ou o sonho de um emprego novo, por exemplo.

 

Empresas tradicionais, como a Pássaro Marron, que já estão no mercado há muitas décadas já transportaram milhares de passageiros com esses sentimentos tão especiais. Mas o que pouca gente sabe é que, de fato, esses ônibus transportam mais que pessoas, eles oferecem serviços de encomenda.

 

Ou seja, é perfeitamente possível mandar uma bagagem para um destino específico, sem ter que ir pessoalmente realizar a entrega. Funciona, mais ou menos, como os serviços de entrega expressa oferecidos por transportadoras ou pelas agências do Correio. A grande vantagem que as empresas de ônibus oferecem é o preço que costuma ser menor. 

Como funciona o serviço

A pessoa deve procurar uma empresa de transporte rodoviário que saia da cidade onde a encomenda ou bagagem está e que vá para a cidade de destino desejada. Ou seja, se a pessoa está em São Paulo e quer encaminhar um pacote para São José dos Campos, ela deve procurar as empresas de ônibus que fazem esse trajeto para despachar o pacote.

 

O serviço de encomenda ou de bagagem através das empresas de ônibus é bastante similar ao das transportadoras ou mesmo dos Correios. Para utilizá-lo, a pessoa deve se dirigir até o terminal rodoviário onde a empresa atua.

 

Em qual terminal rodoviário a empresa atua

Saber em qual terminal rodoviário a empresa atua é um detalhe importante, pois em grandes cidades como São Paulo as empresas podem se dividir em dois ou mais terminais. No caso da capital paulista, por exemplo, é possível que a empresa opere no Terminal da Barra Funda ou no Terminal do Tietê.

 

Para não se ter erro e perda tempo, é altamente recomendado procurar antes na internet ou mesmo nos telefones da empresa em qual ponto da cidade ela opera e qual o horário de funcionamento dos guichês de despacho.

Despacho da bagagem

No terminal rodoviário específico, a pessoa deve procurar pelo serviço de encomenda das empresas. É muito comum que em um mesmo guichê de despacho operem diversas companhias de ônibus.

 

O procedimento é muito parecido com o que é feito nos Correios: a pessoa apresenta o objeto que quer despachar, o funcionário tira algumas medidas, pesa e realiza a cobrança de acordo com o peso e características do objeto.

 

No entanto, de forma geral, o preço costuma ser mais barato do que o do serviço de Sedex, por exemplo, isso porque a empresa já está realizando o trajeto para a cidade, ou seja, o consumidor não é sobretaxado pelo serviço de entrega.

Recebimento na cidade de destino  

Diferentemente dos serviços dos Correios e de outras transportadoras, o despacho de bagagens e encomendas através de empresas de ônibus não entrega o pacote diretamente na casa da pessoa, isto é, o destinatário não receberá o produto ou mala em sua própria casa.

 

É necessário que ele busque o pacote na rodoviária em que o ônibus para. Ele deve se identificar e as informações devem convergir com o que foi inicialmente informado para a empresa, no processo de despacho.

O que não se pode despachar

Assim como nos serviços de despacho de transportadoras, Correios e mesmo das empresas de taxiamento aéreo, a entrega de bagagens e encomendas pelas empresas de ônibus também tem algumas regras.

 

De forma geral, não é possível despachar eletroeletrônicos, como notebooks e aparelhos celulares. Esses objetos costumam ser mais sensíveis e quaisquer problemas poderiam ser de responsabilidade da empresa de ônibus.

 

Também não se pode despachar joias ou semijoias, cartas ou cartões postais, por exemplo. Tintas, remédios ou drogas de qualquer natureza, armas e munições também não podem ser despachados pelas empresas de ônibus.

 

Outro elemento que não pode ser transportado por ônibus é dinheiro, seja ele real, dólar ou euro, assim como ações, cheques e títulos.

 

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*