Seguro Desemprego travado no site da Secretaria Estadual do Trabalho

Quem tentou fazer o agendamento para dar entrada no seguro desemprego ontem, pelo site da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (www.trabalho.pr.gov.br), teve muita dificuldade, pois a página passou quase o dia todo fora do ar. Este foi o caso de Franciele Daobroski, que estava desde muito cedo acordada, para já estar com o sistema ligado em seu computador às 8h, quando abre o agendamento.

Durante a tarde, enquanto a página entrou no ar por cerca de uma hora, ela conseguiu vaga para ser atendida na semana que vem. “Mas logo em seguida a página já saiu do ar de novo”, explicou. O agendamento ocorre apenas nas quintas-feiras e ela já havia tentado nas duas semanas anteriores. Apesar de ter conseguido entrar na página, não tinha mais vaga, pois são poucas e acabam rápido demais.

Através de um telefonema que fez a um setor da Prefeitura de Curitiba (que disponibiliza um link em seu site, que redireciona para o agendamento na página da secretaria estadual), ela soube que a demanda pelo agendamento, ontem, foi três vezes maior que o normal. O superintendente estadual do trabalho, Jorge Leonel de Souza, confirmou que “o problema é ainda agravado pelo número de demissões que vem ocorrendo em função da crise econômica que atinge o país, o que faz que cada vez mais trabalhadores busquem as agências para acessar o seguro-desemprego ou tentar uma vaga no mercado de trabalho.”

Sobrecarga

A secretaria confirmou que, de fato, houve uma sobrecarga no servidor, o que fez o sistema cair. No início da manhã, houve um pico de 6.800 acessos simultâneos. Uma nota oficial da secretaria informou que, para evitar que o problema se repita, a Superintendência do Trabalho está providenciando a substituição dos equipamentos por outros com maior capacidade de processamento.

Providências

Em relação à pouca quantidade de vagas, a Secretaria também informou que atende o público conforme a sua capacidade de estrutura e quantidade de funcionários. Não há uma previsão de ampliar a quantidade de vagas para o agendamento do seguro. No entanto, algumas medidas estão sendo tomadas para agilizar o atendimento, como o remanejamento de servidores de outras secretarias para ajudar nesta demanda (eles ficaram um mês em treinamento) e a priorização de pessoas que estão há mais tempo tentando o agendamento, já que o desempregado tem no máximo 120 dias após a demissão para dar entrada no seguro. A secretaria sabe quem são estas pessoas pois, mesmo que elas não consigam vaga para agendamento, elas precisam fazer um cadastro no site da secretaria antes de concorrer uma vaga na agenda.

Como agendar?

O agendamento do seguro desemprego pode ser feito de duas formas: pelo site (www.trabalho.pr.gov.br) ou na Agência do Trabalhador Central de Curitiba (Rua Pedro Ivo, 744, Centro). No entanto, alerta a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, é aconselhável fazer o agendamento pelo site, pois há uma quantidade limitada de senhas disponíveis na agência. Corre o risco do desempregado chegar lá e não haver mais senhas, ou de não haver mais vagas para agendamento do seguro, pois as vagas disponíveis na agência são as mesmas a que a pessoa concorre no site. O atendimento pessoal na agência, para agendamento do seguro, ocorre igual no site, só às quintas-feiras.

Quando a pessoa consegue agendar uma vaga, o atendimento (para dar entrada no seguro) já ocorre na semana seguinte. E a partir do momento que ela consegue dar entrada no seguro, o primeiro pagamento sai em 30 dias. Conforme o tempo trabalhado e se é a primeira, segunda ou terceira vez que a pessoa solicita o seguro desemprego, ela pode receber de três a cinco parcelas, que podem chegar até R$ 1.542,24.

Fonte: Paraná Online – Escrito por Giselle Ulbrich

parceiros 01

Leave a Reply