Ao todo, serão seis médicos especialistas que irão atuar nas especialidades de pediatria, cirurgia geral e clínica médica.

Santa Casa de Paranavaí forma primeira turma de médicos residentes

A Santa Casa de Paranavaí forma, no próximo dia 26 de fevereiro, sua primeira turma do programa de Residência Médica. Ao todo, serão seis médicos especialistas que, nos últimos dois anos, participaram de aulas práticas e teóricas com médicos preceptores, e agora irão atuar nas especialidades de pediatria, cirurgia geral e clínica médica.

A residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos sob a forma de curso de especialização. Implantado em 2014 na Santa Casa, o programa conta ainda com mais duas especialidades: a Oftalmologia, com três anos de duração, e a anestesiologia, que terá início em março.

Para oferecer a Residência Médica, A Santa Casa foi selecionada e teve que passar pela avaliação e credenciamento dos Ministérios da Educação (MEC) e da Saúde, que levaram em conta não só a infraestrutura do hospital, como também seu corpo clínico, serviços ofertados, entre outros.

Divididos entre R-1 (primeiro ano), R-2 (segundo ano) e R-3 (terceiro ano), os médicos residentes somam hoje 16 profissionais, ou seja, um incremento de quase 20% no corpo clínico do hospital. Esse número deve continuar aumentando com o início da residência de anestesiologia (em março) e a ampliação no número de vagas na residência de cirurgia geral, já autorizada pelo MEC.

“A partir de agora, todos os anos nós formaremos uma nova turma e iniciaremos uma nova turma. É um processo contínuo que vem para somar, tanto na agilidade do atendimento aos pacientes, na qualidade do atendimento e também no número de cirurgias, como é o caso das cirurgias de catarata”, detalha o coordenador administrativo da Santa Casa, Héracles Alencar Arrais.

Além de mais profissionais atuando no hospital, a residência também exige maior qualificação dos médicos que estão em contato com os residentes. “Para poder passar o conhecimento, muitos médicos acabam se preocupando mais com a qualificação, o que resulta em um consequente aperfeiçoamento de todos os envolvidos”, declara Arrais.

O coordenador destaca que a Santa Casa de Paranavaí é hoje o hospital de referência para uma região de, aproximadamente, 300 mil habitantes. Com 59 anos de história, esta é a primeira vez que o hospital conta com um programa de residência. “Toda esta população está sendo beneficiada, de uma forma direta ou indireta, pelo programa de residência, que possibilitou o aumento no corpo clínico do hospital. É válido lembrar que os residentes são médicos, com registro e CRM”, frisa Arrais.

Ele lembra que os programas de pediatria, cirurgia geral, clínica médica e oftalmologia, além de qualificar os residentes, trazem como benefício a fixação dos profissionais na cidade. Segundo Arrais, parte dos profissionais já demonstrou interesse em continuar trabalhando em Paranavaí e região após a formatura.

NOVAS ESPECIALIDADES –  Além da residência em anestesiologia, que será iniciada no próximo mês, a Santa Casa também já conquistou, junto ao MEC, a aprovação da residência médica em Ginecologia e Obstetrícia, programada para ter início em 2017. Com isso, o número de médicos residentes atuando na Santa Casa no próximo deve passar de 22.

FACULDADE DE MEDICINA – O coordenador aponta ainda que a residência médica é um passo importante para que Paranavaí tenha, em alguns anos, seu curso de medicina. “Algumas pessoas não entendem, mas nós estamos seguindo uma ordem lógica. Estamos nos estruturando e equipando todo o hospital para, quando chegar a hora certa, podermos trazer o curso de medicina para Paranavaí e ter um hospital escola de qualidade”, finaliza.

Mais Fotos:

paranavai-noticia-galeria-g-17022016-1208351455718115 paranavai-noticia-galeria-g-17022016-1208401455718120 paranavai-noticia-galeria-g-17022016-1208441455718124

Fonte: Portal da Cidade Paranavai

Casa Grande Acabamentos

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*