PM PRENDE HOMEM QUE TORTUROU E MATOU UM GATO EM PARANAVAÍ

No dia 29 de janeiro um homem havia torturado e matado um gato, que seria um animal de estimação de uma família. O autor se envolveu em outro conflito, atentou contra mesma do dona do animal e até contra os policiais da ocorrência. Entretanto, a determinação e presteza dos militares garantiu a prisão do autor.

Segue após a publicidade

 

Uma mulher, de 43 anos, solicitou apoio policial, pois o mesmo homem, de 38 anos, que tempos atrás torturou e matou seu gato, estava a jogar fogos de artifício em sua residência, desse modo, colocando a integridade sua e de seus parentes em risco. Ao chegar na região, os policiais receberam a informação de uma idosa, de 64 anos, de que o homem em voga lhe proferiu ameaças horríveis e tentou arremessar fogos contra a casa dessa também. Quando a equipe avistou o autor, tentou abordá-lo, porém esse não cooperou. Foi agressivo com a equipe policial, investindo contra ela e entrou em sua residência que fica próximo ao local. Em um dado momento ele saiu e passou a discutir com populares e novamente os policiais tentaram abordagem, porém, o mesmo investiu novamente contra os militares. Novamente retornou à sua casa e após uma negociação com os policiais, saiu da lá e como não acatou as ordens estabelecidas, os policiais, que nesse momento já haviam solicitado reforços e cercado a residência, o interceptaram e o algemaram. O autor resistiu mas foi contido. Mesmo algemado proferia ameaças contundentes contra o Oficial Comandante da equipe. Os fatos se iniciaram por volta das 15h.

Após todos esses acontecimentos, que se deu no Jd. Renascer, o autor foi enfim encaminhado. Primeiramente foi levado à uma unidade de saúde e de lá possivelmente será transferido para uma unidade de internamento. Diante disso, todas as vítimas, incluindo a equipe policial, retornarão posteriormente à Delegacia.

Fonte: 2° Ten. QOPM André Luiz Kloss,
Oficial de Comunicação Social do 8° BPM.

Sd. QPM 1-0 Anderson Luís dos Reis Ribeiro,
Auxiliar de Comunicação Social do 8° BPM.

Disque denúncia: 181
Atendimento de Emergência: 190

POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ
“SUA PROTEÇÃO É O NOSSO COMPROMISSO!”

Leave a Reply