Foto: Divulgação

Paraíso do Rock se consolida como um dos maiores Festivais do Sul do Brasil

O CTG São Jorge na cidade de Paraíso do Norte foi palco durante o último final de semana do 10º Paraíso do Rock. O Festival, que já figura entre os melhores do país, é referência para bandas e músicos que querem expor seus trabalhos para o público paranaense.  
Foram dois dias de muito rock autoral alternativo com apresentação de sete bandas brasileiras e uma argentina. O Festival teve início na noite da última quinta-feira (13) com um especial sobre a obra do compositor e músico Belchior, com o músico Cidão e com o jornalista Jotabê Medeiros, que lança no próximo mês uma biografia sobre Belchior, morto em abril desse ano. 
Na sexta (14), o rock abalou as estruturas do CTG São Jorge, com as apresentações das bandas; “Helvéticos”, “Wander Wildner”, “Almirante Shiva” e “Seu Pereira e Coletivo 401”.
Destaque para a apresentação do Seu Pereira, com som bem trabalhado com a presença de instrumentos de sopro, os paraibanos transformaram o Festival em um grande baile. 
Já no sábado (15), o rock ficou por conta das bandas “Cadillac Dinossauro”, “Acústicos e Valvulados”, “Corpsia” e os hermanos argentinos da banda “Las Diferencias”, ganhadora do prêmio Carlos Gardel 2017, de melhor disco revelação de rock argentino. O trio argentino apresentou um som psicodélico com influências de grandes guitarristas do rock, foi um show que deve entrar para a história do Festival que completou 10 anos.
O Paraíso do Rock é um Festival promovido pela APMI (Associação de Proteção Materno Infantil) com apoio da Prefeitura e patrocínios da Itaipu Binacional, Caixa Econômica Federal, Raudi e Rádio Mundo Livre FM. Todo o lucro com o evento a exemplo dos anos anteriores é revertido para entidades beneficentes presentes na cidade.

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*