OPERAÇÃO VERÃO DO CORPO DE BOMBEIROS NA REGIÃO DE PARANAVAI

Com a diminuição no volume de chuvas os rios da região estão voltando ao seu nível normal. A consequência é que as prainhas voltam a ser frequentadas pelos turistas e isso provoca mais atenção por parte do Corpo de Bombeiros. Desde o início da Operação Verão 2015/2016, os salva-vidas já atenderam 3.037 pessoas nos postos de Marilena, Porto Rico e São Pedro do Paraná.
O relatório disponibilizado no site do Corpo de Bombeiros indica que deste total de atendimentos, foram 1.886 orientações e 260 ações preventivas. Os salva-vidas também advertiram 887 banhistas que se divertiam em locais inadequados, abusavam nas brincadeiras ou na ingestão de bebidas alcoólicas em locais não apropriados.
NÚMEROS – Em Marilena foram montados dois postos de atendimentos. Um deles fica no Porto Maringá e outro na Ilha Guadalupe. Somando os números, nos dois lugares já foram realizadas 69 ações preventivas, 286 orientações e 137 pessoas advertidas.
Em Porto Rico foi o único lugar onde houve resgate de pessoas afogadas. No total quatro foram resgatadas com vida. Nas cinco áreas de atendimentos aconteceram 117 ações de prevenção, 1.054 orientações a banhistas e 484 advertências. As ações foram desenvolvidas em cinco pontos de atendimentos.
Fechando os números da Operação Verão na região de Paranavaí, em São Pedro do Paraná foram realizadas 886 ações. O relatório indica que foram 74 prevenções, 546 orientações e 266 advertências em dois postos.
DICAS – Como todo ambiente aquático requer cuidado, o indicado é que o banhista tenha sempre uma postura preventiva. Resumidamente, os Bombeiros indicam que as pessoas tenham prudência e que jamais superestimem a capacidade de nadar.
Antes de liberar os locais para os banhistas os Bombeiros fazem uma avaliação. Por isso, é preciso respeitar as faixas, os avisos e as orientações dos guarda-vidas. É importante nunca deixar crianças brincar sozinhas na água e ao andar de barco ou em outra embarcação o correto é usar sempre coletes salva-vidas.
Os Bombeiros indicam que os banhistas só entrem na água em locais que tenha a presença de guarda-vidas. Caso não haja um posto de atendimento, o ideal é que o local seja raso e que não tenha correnteza.
Antes de mergulhar o certo é que o banhista tenha noção da profundidade. Isso porque, um “salto de ponta” em área de pouca profundidade pode provocar acidentes com sequelas irreversíveis.
A ingestão de bebidas alcoólicas decididamente não combina com barranca de rio. Também não é indicado que o banhista entre na água logo após as refeições. Encerrando as orientações os Bombeiros pedem que as pessoas evitem brincadeiras de mau gosto (conhecidas como “caldos”).

Big Pizza

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*