Leilão de bens de réu na Operação Quadro Negro alcança montante de R$ 1,15 milhão que serão devolvidos aos cofres públicos

Leilão realizado nesta segunda-feira, 14 de junho, resultará na destinação de aproximadamente R$ 1,15 milhão aos cofres públicos do Estado do Paraná.

Segue após a publicidade

PUBLICIDADE

O valor foi arrecadado a partir do arremate de bens de um dos réus da Operação Quadro Negro, investigação do Ministério Público do Paraná sobre desvios de recursos destinados a construções e reformas de escolas públicas no Paraná. A entrega dos bens constou de acordo de colaboração premiada firmado pelo réu – que na época dos fatos apurados era diretor da Secretaria Estadual de Educação – com o MPPR.

PUBLICIDADE

O valor foi alcançado com o leilão de um imóvel – apartamento localizado no bairro Cabral, em Curitiba, no valor de R$ 1,1 milhão – e de um veículo, cotado por R$ 55,5 mil. Outros bens do réu, entre eles um imóvel rural situado no município de Atalaia do Norte (AM) e outro veículo, ainda serão leiloados e os valores posteriormente destinados ao erário. Ao final da venda de todos os bens, pretende-se alcançar cifra superior a R$ 5 milhões, valor fixado no acordo de colaboração – homologado pela Justiça – a título de reparação do dano causado e multa penal.

O ex-diretor do órgão estadual responde pelos crimes de corrupção passiva, fraude a licitação e organização criminosa. O processo tramita na 9ª Vara Criminal de Curitiba.

Autos do processo de alienação dos bens: 0018331-09.2019.8.16.0013.

Acesse outras informações da Operação Quadro Negro

Fonte: MPPR

PUBLICIDADE

Leave a Reply