O trabalho dos auditores fiscais poderá se estender para outros municípios do Noroeste do Paraná que apresentam alto índice de inadimplência em relação ao IPVA

IPVA-Fiscalização da Receita Estadual em Paranavaí será entre 25 e 29 de janeiro

Motoristas de Paranavaí que ainda não pagaram o Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2015 e de anos anteriores precisam se apressar para quitar as dívidas. É que entre os dias 25 e 29 de janeiro, os auditores fiscais da Receita Estadual de Maringá estarão na cidade para a realização de blitz.
A fiscalização poderá ocorrer em um ou mais dias, em diferentes pontos, conforme explicou Rosa Fátima dos Santos, auditora fiscal da Receita Estadual de Maringá. Entre os critérios levados em conta para a escolha do local (ou dos locais) onde serão feitas as abordagens dos motoristas está o fluxo de veículos.
O trabalho dos auditores fiscais poderá se estender para outros municípios do Noroeste do Paraná que apresentam alto índice de inadimplência em relação ao IPVA. Em Paranavaí, por exemplo, 25% dos motoristas não quitaram o imposto em 2015 ou em anos anteriores. Significa que a cada quatro proprietários, um está devendo.
O índice de inadimplência entre as pessoas que fizeram o emplacamento em Paranavaí se aproxima da média estadual, mas, mesmo assim, ainda está acima. Em todo o Paraná, cerca de 20% dos motoristas têm pendências com a regularização do IPVA de 2015 ou de outros anos.
Em novembro de 2015, eram 41.595 veículos emplacados em Paranavaí. Significa que quase 10.400 não estavam com os documentos devidamente regularizados.
PAGAMENTO – Quem for parado na fiscalização e estiver com o imposto atrasado terá o veículo retido até que pague a dívida. Para evitar o transtorno, os motoristas podem se antecipar a realização das blitz, quitando os respectivos débitos. 
O procedimento é bastante simples. Basta acessar a página da Receita Estadual (www.fazenda.pr.gov.br) e preencher os campos que solicitam o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e a imagem de controle.
O próprio site irá gerar uma guia de pagamento. Aí, é só imprimir e fazer o pagamento em uma agência bancária credenciada. O proprietário poderá quitar o débito à vista ou em até cinco parcelas, mas sem desconto. No caso de ter entrado em dívida ativa, o motorista será informado.
IPVA 2016 – Rosa Fátima dos Santos explicou que, diferentemente da informação que circulou pelas redes sociais, os boletos enviados aos proprietários de veículos para o pagamento do IPVA não são fraudulentos. De acordo com ela, o documento é verídico. O pagamento deverá ser feito de 21 a 27 de janeiro, conforme os dois últimos números de cada placa.
Fonte: Diário do Noroeste
adm 2

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*