Cerca de 110 pessoas de Paranavaí e região concluíram o curso de Polícia Comunitária “Cidadão Seguro”.

A solenidade de encerramento aconteceu na noite de quarta-feira com a entrega dos certificados de participação.
De acordo com o comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM), major Ademar Carlos Paschoal, o projeto teve avaliação positiva e será estendido para outros batalhões do Paraná. O curso foi desenvolvido pelo Núcleo de Ensino da Polícia Militar e a participação da comunidade superou as expectativas.
Os participantes estiveram presentes em quatro encontros – 16 horas de curso. Foram abordados vários assuntos ligados a área de segurança. Agora a intenção é que eles repassem os conhecimentos adquiridos para mais pessoas do círculo de convívio.
“Os participantes saíram com outra mentalidade sobre segurança pública. Não fizemos um treinamento para que eles saiam defendendo a polícia, mas sim a sociedade que eles fazem parte. É importante que todos entendam que atitudes simples do dia a dia colaboram para o bem coletivo”, disse Paschoal

.AvhEwSr-yYoj5gRg6ubPWHkPrf4sFQHdEhDDUETZj-BO (1) AiWo1ZKnYwMB4bAfKfe36bXRMTxB2Shkudg0rYyFsb4Q

CONTINUIDADE – Durante o curso os participantes criaram um grupo através de uma rede social. No encerramento eles decidiram manter o grupo permanente. O objetivo é que surjam novas ideias e sugestões para colaborar com a segurança pública.
Paschoal explicou que comprovadamente a solução é mais eficaz e menos traumática quando há uma ação de repressão com antecedência. O comandante falou que no primeiro trimestre de 2016 deverá acontecer um novo curso de Polícia comunitária em Paranavaí.
“A polícia não é onipresente, porém, agora temos 110 novos parceiros que possuem um olhar mais atento e voltado para a Segurança Pública. Com certeza eles nos ajudarão e poderão fazer a diferença na comunidade onde moram”, concluiu o comandante.
O CURSO – O objetivo do curso foi de estreitar os laços entre a comunidade e a corporação. A ideia era integrar as pessoas aos assuntos relacionadas à segurança pública. Desta maneira todos contribuem para a solução de problemas em conjunto com as forças policiais.
A aula inaugural será ministrada pelo diretor de Polícia Comunitária no Paraná, coronel Heraldo Regis Bório Silva. Nela ele explicou a importância de aproximar os órgãos de segurança pública da comunidade.
Paranavaí foi escolhida para iniciar o projeto piloto por causa do bom relacionamento dos policiais militares locais com a comunidade.
Durante o curso aconteceram palestras sobre o Conceito de Segurança Pública; Diferença entre Polícia Administrativa e Polícia Judiciária; Responsabilidade de cada polícia e do cidadão; Controles formais e informais da sociedade e os problemas da sociedade atual; Os conceitos de Polícia Comunitária; Projetos Sociais; Conselhos de Segurança e Direitos Humanos.

GTL INFORMATICA

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*