Imagem Reprodução

5 baladas para conhecer na Europa

Da redação

Não podemos negar que o continente europeu é a opção perfeita para quem deseja fazer passeios culturais e históricos. Mas diga-se de passagem, sua vida noturna também é invejável e, por isso, atrai diversos turistas.

 

Curtição. Esse é o motivo pelo qual boa parte dos visitantes — principalmente, os jovens —  programam para uma viagem de férias na Europa.

 

Portanto, se estiver nos seus planos conhecer a famosa noite do Velho Continente, anote os nomes deste artigo pois, com certeza, não irá se arrepender.

1. Berghain, Berlim

É na Alemanha que fica localizado um dos considerados melhores e mais misteriosos clubs do mundo, o Berghain. Para começo de conversa, a balada funciona em uma central nuclear abandonada e tem como principal característica um fator muito inusitado: é impossível entrar lá!

 

E não é por falta de espaço que a Catedral da Música Eletrônica seleciona a dedo os seus visitantes. A ideia da Berghain é manter as origens da antiga Alemanha, quando ainda eram divididas em duas.

 

A seleção dos visitantes é feita por um único segurança, de perfil exótico — barbudo, tatuagens e arames farpados no rosto. O tempo estimado da fila é de 6 horas e, mesmo assim, você poderá não ter o prazer de conhecer o melhor club do mundo, mas se conseguir, deverá ter bastante energia.

 

Na Berghain é permitido de tudo, menos câmeras! Ao entrar no local, fitas opacas são coladas na câmera dos celulares. Outra curiosidade: lá, não existem espelhos.

 

O motivo? É permitido ficar no estabelecimento quanto tempo você aguentar — de sexta-feira à noite a segunda-feira de manhã. E, claro, ver a própria imagem depois dessa situação, não será agradável!

 

A Berghain ainda mantém um estilo industrial, com máquinas expostas em duas pistas e conta com um pé direito de 18 metros.

 

É difícil conseguir visitá-la, no entanto, se você conseguir ser escolhido: aproveite!

2. Yoyo, Paris

Se você achar que um club em uma antiga usina nuclear pode ter ares históricos, que tal visitar alguma balada em um museu na França?

 

Pois bem, a Yoyo, localizada em Paris, funciona em um antigo cinema, no Palais de Tokyo, referência em arte contemporânea na cidade.

 

No local, além de festas regadas a música eletrônica, também há apresentações dos melhores DJ’s da Europa e outros grandes artistas.

 

Além do amplo espaço e qualidade de som, outro ponto que chama bastante atenção no local é a sua decoração. Com um estilo Art-Deco e rodeada de grafitis e peças de arte de rua, a Yoyo se tornou referência na noite parisiense!

 

Se no roteiro da viagem quiser um local descolado e divertido, a melhor opção é esta!

3. Amnesia, Ibiza

O verão de Ibiza é embalado pelo agito de uma das melhores baladas do mundo, a Amnesia. A casa é marcada por ter os melhores DJs residentes da Europa e por ser uma das mais tradicionais, desde a década de 70.

 

Se antes seus visitantes podiam ouvir de tudo, o cenário hoje é um pouco diferente. O club é referência em música eletrônica e recebe visitantes do mundo todo.

4. The Villa, Oslo

Imagine um club secreto, com ares de porão? Assim é o The Villa, em Oslo, na Noruega. Uma das casas mais tradicionais do país, atrai visitantes por expressar um estilo underground em suas festas, a começar pela sua porta de entrada, um pouco escondida.

 

Por lá, os melhores DJs europeus também comandam noites incríveis e, claro, sempre com a casa cheia!

5. BCM Planet Dance, Mallorca

Ok! Você até gosta de ouvir música eletrônica, mas não consegue ficar com a mesma batida na cabeça a noite toda.

 

Então, na Espanha, você também encontrará uma balada incrível, a BCM Planet Dance, em Mallorca!

 

A casa é conhecida por promover diferentes festas, como a FOAM Xplosion (Festa da Espuma), a Water Party (Festa da Piscina) e a Paint Party (Festa das luzes fluorescentes).

 

Além de música eletrônica e DJs famosos, você pode curtir diversos outros ritmos e se jogar na noite espanhola.

Leave a Reply