Imagem da Internet

Voluntários começam arrecadação de brinquedos para campanha solidária de Natal

A lenda diz que Papai Noel mora no extremo norte do mundo, em uma terra de neve eterna. É lá que fica a fábrica de brinquedos onde os elfos mágicos trabalham o ano todo para garantir os presentes das crianças no Natal.
A milhares de quilômetros de distância, outra fábrica entrou em funcionamento nesta semana. A fábrica de sorrisos. Não há elfos mágicos ou neve, mas existe um pessoal disposto a garantir a alegria de centenas de crianças da periferia de Paranavaí.
A campanha Natal Nota 1.000 chega à terceira edição. A primeira foi em 2014. A segunda, em 2015. “No ano passado não fizemos, mas voltamos com tudo”, garantiu Bia Oliveira, uma das idealizadoras da ação.
O grupo arrecada brinquedos e doces até alguns dias antes do Natal. Depois, todas as doações são reunidas para que sejam distribuídas para crianças de diferentes bairros. A escolha dos locais é feita pelos próprios voluntários.
A ideia surgiu durante uma conversa sobre as pessoas que não têm condições financeiras para comprar presentes para os filhos. Bia pediu ajuda dos amigos, com o objetivo de conseguir colocar a proposta em prática. E deu certo.
Para os voluntários, a campanha é a representação do desejo de cuidar. “É o ato maior de cidadania. Quando ajudamos a fazer o outro feliz, percebemos que somos um conjunto de seres pequenos, mas unidos em prol de algo muito maior”, disse Bia.
“Saber que através de pequenos atos proporcionamos sorrisos e valores sentimentais que o dinheiro não compra”, continuou a voluntária, “é muito gratificante”. E completou: “Quando cuidamos do próximo transformamos a nós mesmos”.
PONTOS DE ENTREGA – Para contribuir com a campanha Natal Nota 1.000, basta doar brinquedos novos ou usados, desde que estejam em boas condições. Também é possível ajudar fazendo a doação de doces.
Os pontos de entrega: Muniz Auto Center, Arrecadação Sumaré, Zuliani Marmitex, La Beare Boutique, Cantina Ponto Certo, Body Fit, Galuci Locadora de Veículos e Posto São Pedro.

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*