Presidente do Paranavaí Previdência explica a aquisição de veículo no começo deste mês

O veículo adquirido pelo Paranavaí Previdência, no começo deste mês, levou o vereador Aldrey Azevedo a fazer questionamentos sobre a necessidade da compra e o valor do veículo.
Por isso, a equipe do Diário do Noroeste conversou com a presidente Rosely Navarro Rodrigues, que explicou a motivação para a aquisição do automóvel.
Ela afirmou que a compra foi feita dentro da legalidade, seguindo todas as exigências do processo licitatório. Nas duas primeiras vezes em que o edital foi publicado, não houve concorrentes. Somente na terceira é que o Paranavaí Previdência adquiriu o veículo.
De acordo com Rosely, a escolha do automóvel não foi a partir da preferência dos servidores por qualquer modelo. “Levamos em conta os itens de segurança”, disse. Ganhou o carro que estava dentro das especificações do edital de licitação e que não ultrapassava o limite de gastos especificados.
A presidente do Paranavaí Previdência informou que o veículo dispõe de uma série de opcionais escolhidos para garantir a segurança dos servidores. É que frequentemente a equipe precisa fazer viagens de capacitação sobre a Previdência Social, assim, o automóvel requer condições necessárias para trafegar em rodovias.
Um comunicado do Conselho de Administração do Paranavaí Previdência destacou que os “recursos financeiros necessários para aquisição do veículo em questão são oriundos da Taxa de Administração”, por isso, “não se confundem com os recursos previdenciários descontados dos servidores ou de contribuição patronal previdenciária repassados aos Fundos Financeiro e Previdenciário”.
Segundo a presidente, a Taxa de Administração pode ser aplicada em compras de materiais administrativos e outros itens que garantam o bom funcionamento da entidade, tais como reformas estruturais no prédio que sedia o Paranavaí Previdência. A entidade tem autonomia para utilizar os recursos, não cabendo as decisões à Administração Municipal.
Rosely disse que até a tarde de ontem não tinha sido informada oficialmente sobre o pedido de explicações do vereador Aldrey Azevedo. Afirmou, ainda, que responderá todas as questões levantadas por ele, já que o processo de aquisição se deu totalmente dentro da legalidade.

Fonte: Diário do Noroeste

01

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*