PR-218-PREFEITO DE AMAPORÃ DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

ÚNICO ACESSO A AMAPORÃ É POR ESTRADAS RURAIS

O prefeito de Amaporã, Mauro Lemos decretou ontem Situação de Emergência na cidade. O relatório elaborado pela Defesa Civil aponta que a cidade teve cerca de 25 quilômetros de estradas e mais três pontes destruídas.
Os únicos acessos à cidade, após o fechamento da PR-218 provocado pela abertura de valas em dois pontos da pista, são por estradas rurais.

12
“Com o decreto de Situação de Emergência acatado pelo Governo iremos agilizar as obras de reconstrução das ruas, estradas e pontes”, disse o gestor.
De acordo com o levantamento da Defesa Civil a cidade de Amaporã teve três pontes e 25 quilômetros de estradas rurais destruídas, além de 20 ruas urbanas que também terão que ser refeitas ou passar por manutenção.
“Foram arrancados pela enxurrada aproximadamente 1.500 metros de asfalto e mais de 50 metros de galerias, que terão que ser feitos novamente”, disse o coordenador municipal da Defesa Civil, Claudinei Colato.
Ontem durante todo o dia as máquinas de Amaporã e Mirador tentavam readequar os acessos rurais, entre eles, a do Distrito de Quatro Marcos a Mirador e de Mirador ao Distrito de Nordestina.

aaaa
De forma improvisada foi aberto um desvio entre os Distritos de Graciosa de Quatro Marcos, onde a PR-218 está interditada por tempo indeterminado. O motorista a poucos metros da vala aberta pela chuvarada deve seguir por uma estrada rural, sentido Vila Rural Santa Mônica, são pouco mais de três quilômetros de estrada rural até sair novamente na PR-218.
Já entre Amaporã e Planaltina o desvio segue por estrada de terra até a BR-376, onde o motorista segue atento em sentido ao Porto São José, o motorista irá encontrar uma nova sinalização indicando a estrada vicinal que irá levar até a cidade de Planaltina do Paraná. Lembrando que em caso de carros de passeio é importante levar em consideração as condições do terreno da via.
A informação junto ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem) é de que os serviços de topografia nas áreas atingidas na PR-218 para elaboração dos projetos de reconstrução já começaram.

111

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*