Pelo menos 70% das quedas de pessoas idosas acontecem dentro de casa

24 de junho é o Dia Mundial de Prevenção de Quedas da Pessoa Idosa, uma data instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar sobre os riscos e a importância de medidas preventivas para assegurar a qualidade de vida e promover a autonomia desta parcela da população. Segundo a coordenação do Programa Saúde do Idoso de Paranavaí, as estatísticas mostram que cerca de 30% dos idosos caem pelo menos uma vez por ano e pelo menos 70% das quedas acontecem dentro de casa.

 

“Hoje temos aproximadamente 13 mil idosos no município. Daqueles que sofrem quedas, 5% acabam tendo fraturas de fragilidade, que vão deixar o corpo mais debilitado que o normal. As mais comuns são as fraturas de punhos, vértebras e fêmur – esta última pode levar à morte. Dos idosos que caem e fraturam o fêmur, por exemplo, apenas metade consegue voltar a ser independente”, explica a coordenadora do Programa Saúde do Idoso, Rozemeire Cury Burgel.

 

As causas de quedas de idosos são várias. “Existem os fatores relacionados à idade, como a marcha lenta (com passos curtos), o reflexo lento, as alterações de equilíbrio, diminuição da força muscular (principalmente nas pernas), alterações de visão e audição. Isso ainda pode vir associado às doenças já pré-existentes, ao uso de medicamentos como ansiolíticos, antidepressivos e anti-hipertensivos, a problemas psicológicos e a fatores relacionados ao ambiente domiciliar ou em espaços públicos. Mas entre os fatores físicos, o grande vilão é a osteoporose, que afeta e diminui a qualidade de todos os ossos a partir dos 50 anos. Então, quando a pessoa cai, é muito comum sofrer traumatismos cranianos e fraturas graves no quadril e fêmur”, enfatiza.

 

 

Algumas atitudes preventivas podem ser adotadas para diminuir as chances de quedas entre idosos. Confira:

* Evitar pisos encerados;

* Não deixar objetos espalhados pelo chão ou móveis que atravanquem locais de circulação;

* Manter iluminação adequada em todos os ambientes. Lembrando que, como os idosos têm perda de visão, é necessário mais luz nos interiores;

* Guardar produtos e utensílios em lugares mais baixos, evitando o uso de cadeiras, bancos ou escadas;

* Colocar tapete antiderrapante na saída do boxe do banheiro e faixas antiderrapantes dentro dele;

* Instalar barras de apoio nas paredes e suporte para sabonete líquido dentro do box;

* Caso não consiga se abaixar até o chão ou se sinta instável, utilizar uma cadeira de plástico firme, com cerca de 40cm de altura.

Em alguns casos as quedas são inevitáveis, por isso, a prática de atividades físicas e uma alimentação saudável são essenciais para prevenção de quedas ou para a limitação de danos maiores. 

 

 

Fonte: Prefeitura de Paranavaí

 

 

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*