Foto: Diário do Noroeste

Padre Sílvio fala em “bom trabalho de transição” até chegada de novo bispo

O Colégio de Consultores escolheu ontem à tarde o novo administrador da Diocese de Paranavaí. É o padre Sílvio César Pereira, pároco da Catedral Maria Mãe da Igreja. 
Ele concedeu entrevista tão logo houve a definição e disse que pretende dar sequência ao trabalho realizado na Diocese, atuando em conjunto com o Colégio. Não há prazo para a chegada do novo bispo, mas a expectativa é de que seja designado em até um ano e meio.
O novo administrador tem 43 anos e suas primeiras palavras foram para esclarecer que não se trata de ocupar o lugar do bispo, mas apenas de tratar das questões da Igreja até a nova nomeação. O então bispo de Paranavaí, dom Geremias Steinmetz, assumiu a arquidiocese de Londrina no último sábado.
Com 26 anos dedicados à vida religiosa, padre Sílvio explica que o foco será a evangelização, mantendo um bom trabalho de transição “para a chegada do novo pastor”. 
Ele lembra que existem decisões importantes do ponto de vista administrativo e de representação da Diocese. Se dirigindo aos fiéis, pediu orações para que consiga fazer o trabalho e também para que “Deus possa enviar um bispo o quanto antes”.  
TEMPO – O religioso adverte que deve demorar algum tempo para nomeação de um novo bispo, até por conta de outras dioceses que estão na mesma situação. A Arquidiocese de Londrina, por exemplo, ficou seis meses sem um titular até a posse de dom Geremias. 
Do ponto de vista prático, a diferença entre o bispo e o administrador é que o segundo não pode tomar uma série de decisões, como transferir padres de paróquias. Após um ano de vacância, há tal possibilidade por parte do administrador, mas ainda assim, em condições específicas e com o entendimento do Colégio de Consultores. 
A escolha do novo administrador se deu por escrutínio. Como é da norma, os integrantes do Colégio votam até chegar a um consenso. Feita a escolha, os documentos são encaminhados para a Nunciatura Apostólica, a representação do papa no Brasil. O trabalho começa imediatamente.
Mesmo como administrador, padre Sílvio vai acumular a função de pároco da Catedral Maria Mãe da Igreja. Acredita ser viável, uma vez que conta com o Colégio para as atividades administrativas da diocese. 
A situação atual não é nova para a diocese paranavaiense. Antes da chegada de dom Geremias em 2011, a diocese teve um administrador por mais de dois anos, na época, o padre Ilson Luiz da Graça, atualmente na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Loanda, desempenhou tal função. 
Padre Sílvio vai administrar uma diocese com 35 paróquias e população estimada em cerca de 250 mil pessoas. Ele é natural de Rolândia, mas a família reside atualmente em Nova Londrina. 
Sobre a vocação, sintetiza que foi um processo tranquilo. Desde a infância, frequentou a Igreja e foi coroinha. A partir daí, os primeiros contatos com a Ordem dos Agostinianos em Nova Londrina até se tornar padre diocesano.    

COLÉGIO DE CONSULTORES
Compõem o Colégio de Consultores os padres Romildo Neves Pereira – coordenador da Ação Evangelizadora; José Carlos Pereira de Carvalho – Reitor do Seminário Diocesano e chanceler da Diocese; Sílvio César Pereira, pároco da Catedral Maria Mãe da Igreja; Osvaldo Marcelo Alves Vieira, pároco do Santuário Santo Antônio de Pádua – Alto Paraná; Benedito Bernardino da Silva – Paróquia Nossa Senhora da Glória – Itaúna do Sul e ecônomo da Diocese; Ilson Luiz da Graça – Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Loanda; Gilmar da Silva – Paróquia São Pio X, de Adhemar de Barros, Distrito de Terra Rica, e Paróquia São José – de Diamante do Norte, além de representante do clero.

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*