MINIPRESÍDIO/PARANAVAÍ-AGENTES ENCONTRAM COCAÍNA EM MARMITA, VEJA OS DETALHES.

Por volta das 16h de ontem (13) os agentes do Secat conseguiram evitar que um aparelho de telefone celular, seis brocas e seis serras entrassem no minipresídio.

Uma mulher de 24 anos foi presa na manhã de ontem quando tentava entrar no Setor de Carceragem Temporária (Secat) de Paranavaí. Ela iria visitar o marido, preso acusado de tráfico de drogas. Os agentes encontraram 10 gramas de cocaína misturada com a comida de uma marmita.
A prisão aconteceu por volta das 10h quando a acusada era revistada para entrar no minipresídio. As agentes encontraram a droga misturada à comida, levada da casa da acusada.
download (1)
De acordo com a Polícia Civil, a mulher não tinha antecedentes criminais. Ela foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Na tarde de ontem foi ouvida e encaminhada para a ala feminina do minipresídio, onde aguardará a decisão judicial para saber se poderá responder o crime em liberdade.
O responsável pela equipe que cuida do Secat, Jean Carlos Machado Magalhães, explicou que toda a sexta-feira é dia de visita. Nesse dia é permitido a prática de levar comida para o interior do minipresídio. Porém, explicou, todo o material passa por uma minuciosa revista.
PESCARIA – Por volta das 16h de ontem (13) os agentes do Secat conseguiram evitar que um aparelho de telefone celular, seis brocas e seis serras entrassem no minipresídio. O material foi jogado da rua e caiu entre o muro e uma das celas no pátio externo do local.
img_93756_20151113
O passo seguinte seria “pescar” o material que estava dentro de uma sacola. Para isso, os detentos usariam um vão onde entra o ar nas celas e com uma “vara” artesanal pegaria o material.
Magalhães explicou que não foi possível identificar a pessoa que arremessou o material para dentro do local. “Essa semana já evitamos uma fuga. Caso esse material entrasse no minipresídio logo teríamos outra tentativa. Isso faz com que fiquemos mais atentos”.
Fonte: Diário do Noroeste
 Foto: “Marmita”Ilustrativa

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*