Imagem da Internet

Ladrões roubam de tudo um pouco

A criatividade dos ladrões não tem limites. Com isso, tudo pode ser levado. Na noite de anteontem, por exemplo, uma família pediu ajuda da Polícia Militar. O motivo: ladrões tinham roubado diversos metros de fio de cobre da rede de energia elétrica.
A vítima, 33 anos, moradora na Rua Gonçalves Padilha, Jardim Maravilha em Paranavaí, contou que chegou e percebeu que a casa estava sem energia elétrica. Então, acionou a Copel que constatou o furto da fiação. O produto provavelmente tenha sido vendido como sucata. 
Um morador da Rua Sebastião Felipe Moreira, Vila Operária, se ausentou de casa por um curto período e, quando retornou na noite de anteontem, percebeu que a janela estava danificada. 
Os invasores levaram uma quantia em dinheiro, além de gêneros alimentícios, uma perfumaria Natura Kaiak e duas toalhas de banho. A Polícia Militar esteve no endereço e fez buscas, mas não localizou suspeitos. 
PORTE DE ARMA – O DN publicou na edição de ontem que um homem foi preso por posse de armas de fogo (uma com a numeração parcialmente raspada), além de munições. Ficou caracterizado flagrante por ameaça e posse das armas. Por causa da arma com numeração parcialmente suprimida, caracterizou-se ainda crime inafiançável na esfera policial.
O boletim da Polícia Militar, plantão encerrado na manhã de ontem, apresenta detalhes dessa situação. Conforme os registros, o suspeito foi até a pessoa que denunciou e fez ameaças, usando uma arma de fogo. Mesmo com a presença dos policiais, ele continuava alterado, sendo contido, aponta.
Diante da situação, foi autorizada uma busca na casa e comércio do detido, quando acabaram localizadas uma espingarda calibre 22, uma cartucheira tipo carabina com uma munição calibre 38, uma caixa de balas de revólver calibre 22, uma munição 380 e um revólver calibre 38, além de três munições deflagradas e três intactas. Ainda dentro os objetos apreendidos está um rádio comunicador.
TELEFONES ROUBADOS – três adolescentes caminhavam na Rua Independência no Jardim São Jorge, quando foram surpreendidos por assaltantes. Os jovens, de 13 e 14 anos, disseram que os homens fizeram menção de estarem armados e exigiram os telefones celulares, das marcas Motorola Moto G1, Sansung Gran Prime e Motorola Moto G3. Fugiram com os aparelhos dos jovens. A PM fez buscas, mas não encontrou suspeitos.

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*