Os jovens disseram que os alimentos foram doados e a história não convenceu a polícia Foto: Divulgação

Jovens com alimentos de origem duvidosa são presos duas vezes seguidas, em Paranavaí

A Polícia Civil (PC) investiga a história contada por dois jovens (20 e 21 anos) que foram presos duas vezes seguidas. Em ambas as ocasiões, estavam com alimentos de origem duvidosa. No depoimento, eles se contradisseram e no final comentaram que toda a comida foi doada por pessoas. Os suspeitos disseram que foram de casa em casa pedir alimentos. 
O delegado Gustavo Bianchi afirmou que como não foi encontrada nenhuma vítima, deveria soltar os suspeitos. Porém, os investigadores iriam checar as informações para sanar as dúvidas que surgiram pelas contradições.
A primeira apreensão dos jovens aconteceu por volta das 4h, quando transitavam na Rua José Porto, Jardim Ipê, em Paranavaí. Nessa primeira vez, os jovens estavam com dois pacotes de arroz, dois pacotes de feijão, dois litros de leite, 14 litros de óleo, um litro de álcool e duas latas de verniz.
No início da manhã, os dois suspeitos foram novamente abordados, dessa vez pela Guarda Municipal, nas proximidades da Praça dos Pioneiros. Novamente eles estavam com diversos gêneros alimentícios e não contaram uma história convincente sobre a origem do produto. Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia onde permaneciam detidos.

 

Com informações do Diario do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*