O Samu Noroeste é o maior do Estado e atende mais de 1,1 milhão de pessoas de 85 municípios

Governo do Estado libera R$ 2 milhões para o Samu Noroeste

O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (08) a liberação de R$ 2 milhões para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Noroeste,  dois quais R$ 1 milhão serão depositados quinta-feira (10) e o restante em fevereiro de 2016. O anúncio foi feito durante reunião, no Palácio Iguaçu, com o prefeito de Umuarama e presidente do Samu Noroeste, Moacir Silva, o prefeito de Paranavaí e vice-presidente do Samu, Rogério Lorenzetti, os prefeitos da região e o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

O Samu Noroeste é o maior do Estado e atende mais de 1,1 milhão de pessoas de 85 municípios. O serviço foi habilitado pelo Ministério da Saúde para entrar em funcionamento em novembro de 2013, mas ainda não foi publicada a portaria de qualificação, que amplia os repasses federais para o serviço. Enquanto isso não acontece, as prefeituras é que devem manter o serviço, o que sobrecarrega os orçamentos municipais.

“O Governo do Estado se coloca mais uma vez ao lado dos municípios para garantir o funcionamento de um serviço essencial para a população, que já salvou muitas vidas”, afirmou Richa. “A boa condição econômica do Estado, graças ao ajuste fiscal promovido por nosso governo, nos permite continuar investindo em ações que beneficiam os paranaenses”, ressaltou.

ATRASOS FEDERAIS – O secretário da Saúde explicou que repasses estaduais para o consórcio que administra o serviço estão em dia (pagos em outubro). Porém, por conta da demora do Ministério da Saúde em qualificar o Samu Noroeste, o Governo do Estado decidiu liberar o recurso para ajudar os municípios a manterem o serviço e evitar a interrupção do atendimento.

“Além dos repasses que fazemos mensalmente, faremos o aporte desses recursos. Também assumimos o compromisso de fornecer novas ambulâncias ao Samu Noroeste no ano que vem, o que é uma obrigação do Ministério da Saúde”, explicou Caputo Neto. “Somos um dos poucos estados a investir altos recursos para a política do Samu e estamos agora disponibilizando mais ainda do que foi acertado no acordo tripartite para o Samu Noroeste”, explicou.

Ele afirmou que o governo continuará cobrando o Ministério da Saúde para que o serviço seja qualificado. “Isso garantiria mais R$ 250 mil por mês por parte do governo federal para o consórcio, o que permitiria tocar esse importante serviço de urgência e emergência do Samu”, destacou.

O secretário disse, ainda, que o governo estadual estuda a implantação de uma base aérea em Umuarama para os helicópteros que atuam no serviço de urgência e emergência, para cobrir a região Noroeste.

O diretor de Política de Urgência e Emergência da Secretaria da Saúde, Vinicius Filipaki, destacou a importância do atendimento do Samu Noroeste. “É um serviço essencial para a qualidade e segurança da população, que reduz a chance de sequelas definitivas e dá chance para as pessoas terem um atendimento qualificado no momento correto”, afirmou. “O resultado desta reunião garante a sustentabilidade para a manutenção do serviço essencial.”

RECONHECIMENTO – O prefeito de Umuarama destacou a importância do apoio do governo estadual para manter o serviço de urgência e emergência nos municípios do Noroeste. “O Governo do Estado entendeu a nossa demanda e assumiu o compromisso de dar uma atenção especial e fazer esse aporte financeiro para esse serviço importante, que atende mais de 1,1 milhão de pessoas”, afirmou.

De acordo com ele, os prefeitos da região se reunirão, no próximo dia 15 de dezembro, com os deputados da bancada federal para negociar com a União um débito de quase R$ 5 milhões com o Samu Noroeste. “O Samu tem quase 400 funcionários, temos um compromisso enorme todos os meses e os municípios não conseguem arcar com os pagamentos. Espero que o governo federal tenha a mesma sensibilidade que o governo estadual”, completou Silva.

PRESENÇAS – Participaram do encontro os prefeitos de Pérola, Darlan Scalco; de Francisco Alves, Alírio José Mistura; de Esperança Nova, Everton Barbieri; de Cafezal do Sul, Ascânio Antônio de Paula; de Santa Izabel do Ivaí, Roberto Aparecido Miranda Campo Vaz; de Icaraíma, Paulo de Queiroz Souza; de Cruzeiro do Oeste , Valter Pereira da Rocha; de Maria Helena, Elias Bezerra de Araújo; de Paranavaí, Rogério José Lorenzetti; de Cianorte, Claudemir Romero Bongiorno; de Campo Mourão, Regina Massaretto Bronzel Dubay; e de Ivaiporã, Luiz Carlos Gil; e os deputados estaduais Fernando Scanavaca e Alexandre Curi.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

111

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*