Em todo o estado serão 130 vagas para as funções de médico legista e odontolegista (com salário de R$ 6.485,20), além de ajudante de perícia e ajudante de necropsia (remuneração de R$ 2.214,36)

Governo abre processo para contratação de seis funcionários para o IML de Paranavaí

Começam no próximo dia 5 de agosto as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado (PSS) do Instituto Médico Legal (IML) do Paraná.
Em todo o estado serão 130 vagas para as funções de médico legista e odontolegista (com salário de R$ 6.485,20), além de ajudante de perícia e ajudante de necropsia (remuneração de R$ 2.214,36). Em Paranavaí serão duas vagas para médicos, uma para ajudante de perícia e três para ajudante de necropsia.
Além de Paranavaí haverá vagas para as cidades de Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Paranaguá, Pato Branco, Ponta Grossa, Toledo, Umuarama e União da Vitória.
O requisito mínimo de escolaridade é ensino superior completo em Medicina para a função de médico legista; ensino superior de odontologia para odontolegista e ensino médio completo para ajudantes de necropsia e de perícia.
Segundo as informações da Polícia Científica os médicos legistas têm carga horária prevista de 20 horas semanais, de acordo com escala e necessidade da administração pública. As demais funções têm carga horária é de 40 horas semanais. O contrato terá prazo máximo de um ano e poderá ser prorrogado por igual período.
INSCRIÇÕES – As inscrições terão início no próximo dia 5 e serão encerradas às 17h do dia 11 de agosto. Elas deverão ser realizadas no site da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária www.seguranca.pr.gov.br e não será cobrada taxa de inscrição.
A classificação provisória dos candidatos selecionados sai no dia 15 de agosto. Porém, a classificação final será publicada até o dia 22 quando acaba o prazo legal para apresentação de recursos. Os novos funcionários começam a trabalhar no dia 1º de setembro.
INSUFICIENTE – O edital não traz novidades para a estrutura funcional da unidade de Paranavaí. Por conta disso, entende-se que o número de vagas será insuficiente para atender a demanda de serviço ofertado no IML local.
Só para ter noção do problema, nos últimos dias alguns casos de exames de necropsia demoraram mais de 12 horas até o corpo ser liberado. Na ocasião o motivo da demora foi que havia apenas um único médico no plantão.
Além de realizar as necropsias o médico plantonista também tinha que fazer as perícias de pessoas envolvidas em agressões, acidentes de trânsito e laudos de vítimas de violência sexual.
Para piorar a situação, o único médico legista concursado para exercer a função no IML de Paranavaí, deverá se aposentar nos próximos meses. Porém, antes de se aposentar deverá tirar férias e licenças que tem direito.

Fonte: Diario do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*