CORUJAS-BURAQUEIRAS PARALISAM OBRA DE DUPLICAÇÃO DA BR-376, EM PRESIDENTE CASTELO BRANCO

Até parece um roteiro de filme de Hollywood, mas não é. Quem vê um monte de terra em meio as obras de duplicação da BR-376 [altura do km 145], em Presidente Castelo Branco, no Noroeste do Paraná, não imagina o porquê das máquinas paradas naquele trecho. É que ali vive uma família de corujas-buraqueiras (Athene cunicularia). Para não ocasionar risco aos animais a concessionária VIAPAR, empresa responsável, optou por alterar o roteiro dos trabalhos no segmento. O Engenheiro de Segurança da VIAPAR, também responsável pelo Departamento Ambiental, Guilherme Giandon, informou que, por pelo menos 60 dias as coisas devem ficar como estão. “Entramos em contato com uma bióloga e ela nossa explicou que este é o tempo necessário para que os animais deixem o ninho em segurança. A empresa cumpre à risca todas as condicionantes ambientais”, completou. A atitude foi elogiada por quem vive em proteção dos animais. “Parabéns à concessionária pela sensibilidade por estes seres indefesos. Muitas pessoas não têm este mesmo pensamento, infelizmente”, destacou a integrante da Organização Não Governamental (ONG), Anjo dos Animais, Isa Simões. “Se mais empresas tivessem essa atitude, com certeza teríamos um mundo bem melhor”.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Viapar


Um comentário

  1. Parabéns para toda equipe!!

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*