Imagem da Internet

Calorão acima dos 33ºC em pleno Inverno

Paranavaí teve ontem um dia atípico de Inverno. Os termômetros bateram na casa dos 33.2ºC, conforme informações do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar). 
Para piorar a sensação, a umidade tem se mantido baixa nos últimos dias. Ontem, por exemplo, estava em 31% por volta das 15h30. Importante lembrar que abaixo de 30% se caracteriza estado de atenção, o que exige alguns cuidados.
Com tanto calor, a população paranavaiense mudou os hábitos em relação a um período recente, de frio intenso em julho, quando a temperatura chegou a menos de um grau com sensação térmica negativa.
De hoje até domingo o calor deve continuar. De acordo com o Simepar, a temperatura oscila entre 16ºC e 30ºC até o final de semana. O céu permanece parcialmente nublado a partir de amanhã, com pancadas de chuva e trovoadas no domingo.  
UMIDADE RELATIVA DO AR – A baixa umidade relativa do ar foi outra preocupação em Paranavaí nas últimas semanas. Não chove em grande volume há mais de 50 dias, embora na semana passada tenha havido uma chuva rápida. 
A umidade significa, em termos simplificados, quanto de água na forma de vapor existe na atmosfera no momento com relação ao total máximo que poderia existir, na temperatura observada. A umidade do ar é mais baixa principalmente no final do Inverno e início da Primavera, no período da tarde, entre 12 e 16 horas.  
A umidade baixa pode resultar em complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas; Sangramento pelo nariz; Ressecamento da pele e Irritação dos olhos.

CUIDADOS A SEREM TOMADOS 
Entre 20 e 30% – Estado de Atenção – Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas; Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins, etc.; Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas, etc.; Consumir água à vontade.
Entre 12 e 20% – Estado de Alerta – Observar as recomendações do estado de atenção; Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas; Evitar aglomerações em ambientes fechados; Usar soro fisiológico para olhos e narinas.
Abaixo de 12% – Estado de emergência – Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta; 
Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas de educação física, coleta de lixo, entrega de correspondência, etc.; Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados como aulas, cinemas, etc. entre 10 e 16 horas; Durante as tardes, manter com umidade os ambientes internos, principalmente quarto de crianças, hospitais, etc. (fonte: www.cpaunicamp.br)

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*