Imagem da Internet

Adolescente foi atingido por disparo feito por comerciante

A polícia de Loanda (82 km de Paranavaí) elucidou as causas da morte do adolescente de 13 anos. O menino participou de roubo em uma mercearia no final da semana e o comerciante reagiu. Houve luta e o comerciante disparou um tiro, atingindo o menino, que ainda saiu correndo na companhia de um comparsa.
Em depoimento ontem de manhã na delegacia, o comerciante alegou legítima defesa. O delegado Alysson Gabriel Nunes Tinoco disse que o comerciante não deverá ser responsabilizado pelo homicídio por ter havido uma “excludente de crime”. 
“Ainda estamos verificando os fatos. Se tudo o que foi afirmado até o momento se confirmar, não haverá responsabilização da pessoa que efetuou o disparo. A pessoa agiu em legítima defesa”, disse Tinoco.
O delegado explicou que o adolescente possuía passagens por diversos atos infracionais. No dia do assassinato, o menino, acompanhado de outra pessoa, invadiu o mercado e agrediu o comerciante. Houve uma luta corporal e um disparo foi efetuado.
A Polícia Civil agora trabalha para identificar o comparsa do menor. Existem duas pessoas sendo investigadas, também menores de idade. 
Imagens serão analisadas e poderão confirmar a tese do comerciante e a identificação do comparsa do adolescente. O autor do disparo já apresentou uma cópia de documento do registro da arma utilizada. O delegado espera que o comerciante entregue a arma.

 Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*