Imagem da Internet

Adolescente confessa furto de cavalo

Há cinco anos uma criança perdeu seu cavalo, que fugiu de uma chácara no Jardim Morumbi. Ontem de madrugada, essa criança, agora um adolescente de 16 anos, diz ter encontrado o animal. Apó arrombar o cadeado, levou o equino de volta para sua chácara. 
O problema é que o menor confundiu o animal, portanto não era o que tinha desaparecido há cinco anos. O cavalo levado pelo menor se chama “Canário”, doado para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Paranavaí há sete anos. 
O caso ganhou repercussão nas redes sociais e foi esclarecido no início da tarde quando o “Canário” foi encontrado. O cavalo retornou para a instituição onde diariamente 45 alunos da Apae participam das sessões de equoterapia.
O delegado operacional Vagner dos Santos Malaquias mandou instaurar ato infracional por furto qualificado. O menor seria ouvido e liberado em seguida. 
A mãe do menor confirmou a história contada pelo adolescente. A mulher disse que não aprovou a forma como o filho pegou o cavalo, mesmo acreditando tratar-se do animal sumido havia cinco anos.
COLABORAÇÃO – A diretora da Apae, Rosana Barbosa Navarro Ferrari, revelou que na manhã de ontem perceberam o furto do cavalo. Houve comoção entre os funcionários da entidade que lançaram uma campanha nas redes sociais. Além disso, começaram a circular pelas ruas do Jardim Morumbi na expectativa de obter informações que levassem até o animal. 
Os primeiros relatos eram que o furto teria acontecido por volta da 1h da madrugada. Conforme o assunto foi ganhando repercussão nos meios eletrônicos, chegaram novas informações. Por volta de 12h os funcionários encontraram o cavalo na chácara localizada nas proximidades da Unespar/Fafipa.
“Foi um dia de tristeza e transtornos. Porém, ao encontrarmos o Canário ficamos mais felizes. Ele é um cavalo muito dócil e através dele os alunos que participam das sessões de equoterapia se socializam e tem uma significativa melhora na coordenação motora”, disse a diretora.

Fonte: Diário do Noroeste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Itens necessarios estão marcados *

*